Perguntas essenciais para conduzir entrevistas de sucesso

Muitos profissionais dentro de empresas não conseguem aplicar uma entrevista ou pelo menos extrair informações essenciais sobre o candidato que está sendo entrevistado, sendo essa etapa a mais importante para que haja o “fit” ente o futuro contratado e a empresa em questão. O currículo consegue ilustrar o que foi feito pela pessoa, mas apenas a entrevista vai realmente indicar o que foi aprendido durante as experiências vividas e como a mesma enxerga sua vida nos pilares: profissional, acadêmico e pessoal.

O recrutador que está realizando a entrevista deve se basear em sete capacidades principais que norteiam e dão possibilidades de exploração por meio de perguntas específicas. A seguir, temos a explicação de todas as características e tipos de perguntas que não podem faltar para que se extraia o melhor do candidato:

Pró atividade: Capacidade de tomar atitudes e ações sem necessitar de cobranças ou estímulos de terceiros. Uma das características da pró atividade é a iniciativa.

    • O que você construiu nas empresas e cargos pelos quais passou?
    • Quais foram as motivações para as mudanças na sua vida profissional?
    • Se estivermos aqui após um ano comemorando o bom resultado que você obteve, o que teremos atingido juntos?

Postura: Capacidade de se comportar em diversos ambientes da maneira mais adequada possível. Essa característica impacta diretamente a decisão do entrevistador, uma vez que a postura é de extrema importância para que o candidato esteja alinhado com a cultura da empresa, seja ela com características formais ou informais.

  • Já ocupou cargo de liderança em alguma situação? Como você se comportou?
  • Como era seu relacionamento com seus colegas de empresa?
  • Quais foram seus principais erros profissionais no âmbito pessoal?

Foco: Capacidade de se concentrar em uma tarefa e buscar o máximo de produtividade para se atingir um objetivo. O foco é de extrema importância nos dias de hoje, uma vez que existem muitas tarefas/ distrações no dia a dia de trabalho.

  • Por que você escolheu esta carreira?
  • Como você se vê no meio profissional em 5 anos?
  • Quais foram as motivações para as mudanças na sua vida profissional?

Resiliência: Capacidade de lidar com situações difíceis e desafiadores sem que haja perda de controle ou confusão. A resiliência espelha como o candidato irá lidar com situações caso conquiste a vaga em sua empresa.

  • Como foi o seu pior dia de trabalho?
  • Quais foram os principais desafios que você enfrentou? Como você lidou com eles?
  • Conte uma situação em que você teve que conviver com um chefe ou colega de trabalho difícil?
  • Dê 3 exemplos de defeitos seus dentro do trabalho?


Trabalho em Equipe:
Capacidade de lidar com ideias diversas e conseguir trazer resultados em conjunto.

  • Cite uma situação em que percebeu alguma pessoa que trabalhava com você precisando de ajuda?
  • Conte uma situação em que você superou um obstáculo trabalhando em equipe?
  • Como era seu relacionamento com seus colegas de empresa?


Engajamento:
Capacidade de tomar interesse em cima de projetos e atividades. O engajamento anda lado a lado com a produtividade.

  • Fale sobre suas experiências profissionais anteriores?
  • Dê um exemplo de uma situação em que você tenha se esforçado, além do normal, para atingir um resultado?


CAS:
A capacidade de análise e síntese diz respeito a habilidade do candidato em trazer referências de fora e aplica-las nas atividade que estão sendo feitas. O cas pode se manifestar por meio de um adendo, um conceito aprendido em experiências anteriores ou em qualquer referência somada a uma discussão que consiga trazer pontos de vista ou direcionar um pensamento.

  • O que seria um projeto ideal para você?
  • Me conte uma situação que você criou algo do zero?
  • Quantas vezes uma pessoa desbloqueia a tela de celular em um dia?
  • Como seus hobbies e gostos te ajudaram?

 

As características apresentadas acima conseguem tangibilizar o perfil do entrevistado ao recrutador. Realizando perguntas que consigam explorar esses pilares, a entrevista com certeza pode trazer insights positivos para possíveis decisões e consequentemente, avanços dentro do processo seletivo.

CONHEÇA AS NOVIDADES DO BLOG

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *