Meio Ambiente e Sustentabilidade: Entrevista com Isadora Moret

Na gestão ambiental, esse é o momento de investir na tecnologia, pois as pessoas estão prestando atenção, é um assunto atual.

0
3771

Estamos vivendo atualmente um cenário transformador, onde não há no mundo um lugar que não precisará se reinventar. Há pouco tempo surgiu o termo “quarta revolução Industrial”, e o que parecia distante, hoje é realidade. Adaptamos nossa forma de trabalhar,  de nos relacionar e de viver. 

Agora, como toda essa mudança influencia no meio ambiente?
E como esta semana comemoramos a Semana Nacional do Meio Ambiente (1º o 5º  de junho) e também, o Dia Mundial do Meio Ambiente no dia 05 de junho, vamos conversar sobre meio ambiente e sustentabilidade em meio à crise, com a, Engenheira de Bioprocessos e pós graduanda em Gestão Ambiental Isadora Moret

Conta um pouco da sua trajetória profissional?

Me formei em Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia no final do ano passado e atualmente estou cursando pós-graduação em Gestão Ambiental e Meio Ambiente. Durante a graduação, eu sempre tive muita afinidade com assuntos relacionados à área ambiental, inclusive fiz vários projetos de pesquisa nesse tema, principalmente química verde e química dos produtos naturais. Como meu curso é abrangente, optei pela pós-graduação pois queria me especializar em meio ambiente para desenvolver habilidades. No ano passado, fiz estágio em uma usina sucroenergética, foi uma experiência única e muito enriquecedora que contribuiu muito para o meu desenvolvimento como profissional.

Quais os impactos da crise atual no meio ambiente?

Em meio a tantas notícias ruins do coronavírus, tivemos que os níveis de poluição foram reduzidos nas cidades grandes, mostrando que há sim esperança para a população mudar mais ainda nossos hábitos em direção à vida sustentável. Mas ainda é preciso muito trabalho de conscientização, é preciso refletir sobre a influência que o homem tem no meio ambiente e como o nosso estilo de vida o impacta. O colapso da saúde pública é um exemplo da dimensão que pode tomar a destruição do meio ambiente, se continuarmos com uma economia linear.


Em tempos de crise, é normal receber informações de cortes de custo. Você acredita que muitos projetos socioambientais podem ser cortados por corporações?

Sim, com certeza. A crise reflete diretamente em todos os setores da economia. Os cortes de custo são, infelizmente, uma consequência inevitável e o setor socioambiental sofre ainda mais porque não é visto com a prioridade que deveria aqui no Brasil. A real importância de projetos socioambientais é desconhecida, isso não faz parte da nossa cultura. Então, como eu disse acima, é preciso muita conscientização da população para alcançar o desenvolvimento sustentável.

Analisando o atual momento, quais são as atitudes sensatas que devem ser tomadas por gestores que cuidam dos projetos ambientais?

As empresas e organizações têm um papel crucial nesse momento de crise. É preciso estudar e entender o funcionamento, as expectativas e as consequências dos projetos atuais e futuros, e a partir disso se reinventar, evoluir e planejar novos jeitos de contornar a crise, pensando sempre no maior objetivo, a vida sustentável.

Fazendo uma projeção para a área de gestão ambiental. Quais as principais mudanças que acontecerão pensando em toda essa transformação digital?

A transformação digital exige toda uma mudança de mindset nas empresas. Ela chegou para ficar e seus resultados são muito promissores. Na gestão ambiental, esse é o momento de investir na tecnologia, pois as pessoas estão prestando atenção, é um assunto atual. O desenvolvimento sustentável é a etapa que anda junto com a transformação digital e em tempos de crise. Onde a mudança é inevitável, a transformação digital tem o poder de minimizar as incertezas do futuro. 

Quais iniciativas você acha importante serem tomadas, pensando em sustentabilidade, em um cenário de profissionais trabalhando em home office?

Acredito que o home office será uma realidade muito mais comum a partir de hoje. O mercado de trabalho é dinâmico e acelerado, e profissionais e empresas devem se adaptar a mudanças positivas. Alguns fatores são afetados com esse novo cenário, como o uso de energia e o transporte. Além disso, mais tempo em casa significa mais lixo produzido. De um modo geral, a sustentabilidade aplicada é essencial para o sucesso da empresa e seu reconhecimento externo e a conscientização é o melhor caminho para isso.

Qual recado você deixaria aqui para profissionais que lidam direto com projetos de sustentabilidade?

A crise sempre traz aprendizados. O desenvolvimento sustentável como objetivo real está ganhando muito destaque e o momento é propício para transformar a nossa realidade. O Brasil possui um potencial gigantesco na esfera ambiental e a sustentabilidade tem forças para inovações, as quais devem alcançar todos os setores produtivos, transformando a economia e o estilo de vida.

Siga a Isadora Moret no LinkedIn – https://www.linkedin.com/in/isadoramortarimoret/

Quer saber mais sobre o WallJobs? Acesse https://www.walljobs.com.br/home/empresas


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here