A busca por inovação tecnológica no RH acompanha a automatização de diversos setores das empresas. Dentro do departamento de Recursos Humanos, ela funciona principalmente para eliminar tarefas repetitivas, aumentar a confiança nas informações e liberar esses profissionais para atuações estratégicas, que precisam mais da intervenção humana para que aconteçam.

O RH atual se preocupa com uma gestão inteligente dos seus talentos para que consiga elevar os índices de produção da empresa. Isso exige uma abordagem voltada para os funcionários que compreenda as suas habilidades e promova o desenvolvimento individual.

Neste post, elencamos algumas aplicações da tecnologia dentro dos Recursos Humanos. Se você quer saber mais sobre essas mudanças, continue lendo este post.

Quais são as principais ferramentas de inovação tecnológica no RH?

Reunimos aqui as 7 aplicações mais conhecidas de sistemas e softwares no Recursos Humanos.

1. Recrutamento e seleção

Aliar a tecnologia ao processo de recrutamento e seleção de pessoas traz diversos benefícios para a empresa. Com a ajuda de ferramentas, é possível otimizar essa contratação e torná-la mais organizada e direcionada.

Assim, além da redução de custos, a contratação é alinhada às necessidades da empresa, levando em consideração não só as competências técnicas como também as características comportamentais.

Uma das soluções nesse sentido é a Wall Jobs, uma plataforma digital que agrupa vagas de estágio e trainee, auxiliando na atração dos candidatos mais bem preparados e capazes de trazer resultados.

2. Admissão

Os processos de admissão geralmente seguem o mesmo padrão. O contrato é assinado, assim como a carteira de trabalho, o funcionário fornece os documentos necessários, e o RH organiza todos esses dados e encaminha ao contador.

O uso de um software de otimização permite que esse processo de admissão seja automatizado: o funcionário envia os documentos pela própria ferramenta, recebe lembretes do que ainda deve ser enviado e tem acesso aos contratos por meio dessa mesma solução.

O RH acompanha o envio desses documentos e pode encaminhar tudo para o contador com apenas 1 clique. Uma das recomendações bastante conhecida no mercado de softwares de gestão de RH é a Xerpa. Ela oferece todas as soluções mencionadas acima, tornando a admissão de funcionários muito mais prática.

3. Base de dados

Outro ponto importante que sofre os efeitos da tecnologia de maneira positiva é a organização de dados dos funcionários. Imagine administrar as informações em uma empresa com centenas ou milhares de empregados? É um volume enorme de referências, difícil de ser devidamente armazenado.

A solução da Xerpa permite a organização desses dados, integrando todas as informações para uma melhor administração do RH. A plataforma auxilia, também, na produção de documentos e no controle de frequência e pontualidade dos funcionários – tem integração com sistema de controle de ponto.

4. Treinamento e desenvolvimento

Até pouco tempo atrás, os treinamentos e programas de desenvolvimento estavam ligados a longas aulas e cursos extensos. Mas, com a chegada  da tecnologia, o processo foi completamente modificado – e para melhor! As empresas investem em microlearning e no conhecimento de maneira acessível e rápida.

Agora, são produzidos conteúdos que podem ser consumidos no caminho para casa ou durante um intervalo de descanso, a fim de incentivar o aperfeiçoamento dos colaboradores.

Também cresceu a adesão por plataformas de cursos online, na qual são hospedados cursos à distância. O funcionário pode acessar esse material e passar por uma avaliação para aferir se o conteúdo foi absorvido.

5. Desligamento

Assim como o processo de admissão, o desligamento dos funcionários também depende de alguns trâmites burocráticos e da emissão de diversos documentos e guias de recolhimentos de direitos.

Para isso, é importante contar com um software capaz de organizar toda essa papelada e, de quebra, que tenha o controle de todas as informações para que o cálculo dos valores a serem pagos seja exato, evitando problemas maiores.

Mais uma vez, a Xerpa atende a essa demanda. Sua solução mantém um histórico do profissional do trabalhador na empresa e ajuda a organizar todos os papéis necessários para que a demissão seja formalizada. Além disso, oferece dados sobre o índice de turnover da empresa – com base nos números de admissões e demissões.

6. Avaliação de desempenho

A realização de avaliações de desempenho é uma prática que agrega muito ao crescimento organizacional e totalmente voltada à inovação tecnológica no RH.

A automatização favorecida pelo uso de softwares e plataformas faz com que os profissionais de Recursos Humanos possam se concentrar em estratégias para conhecer melhor as equipes já constituídas e traçar planos de desenvolvimento.

Mas até mesmo o ordenamento dessas avaliações e da curva de aperfeiçoamento dos funcionários exige uma solução que permita, não só o armazenamento das informações, mas uma comparação entre os resultados dos períodos. Além disso, a possibilidade de fazer relatórios faz com que a tomada de decisões seja mais embasada e coerente.

7. Mapeamento de perfil comportamental

Outro sinal da inovação tecnológica no RH é o mapeamento do perfil comportamental dos funcionários. As empresas começaram a se dar conta da importância que as características individuais de personalidade dos colaboradores têm na produtividade e na adaptação ao ambiente laboral.

Assim, diversas soluções podem ser usadas para ajudar no mapeamento desses diferentes perfis, agrupando os resultados para que o RH e os gestores consigam fazer alterações nas equipes e estruturar ações mais direcionadas.

Sua empresa está pronta para a inovação tecnológica no RH?

A adesão a essas ferramentas depende de um certo grau de maturidade das equipes, gestores e empresa.

O primeiro passo é avaliar se a cultura organizacional prioriza a valorização dos funcionários e percebe a importância dos mesmos para o seu crescimento. Isso é essencial para a realização de avaliações de desempenho e mapeamentos comportamentais, por exemplo.

Além disso, o RH deve estar preparado para sair da fase burocrática e assumir a responsabilidade na tomada de decisões. Faça com que a comunicação seja clara, mostrando que o intuito não é demitir pessoas, e sim ter um melhor aproveitamento dos recursos disponíveis.

Promova também treinamentos para que os profissionais desse departamento saibam como utilizar essas ferramentas, assim como a TI deve estar pronta para a implementação dessas novas soluções.

Com esses cuidados, a sua empresa estará preparada para a inovação tecnológica no RH e terá retornos bem expressivos da otimização de tarefas.

Você já aplica algumas dessas soluções? Como elas têm ajudado a sua equipe?

Se quer ter acesso a mais conteúdos sobre tecnologia no RH, gestão de pessoas, ações de engajamento, entre outros tópicos, acesse o blog da Xerpa. Eles foram os responsáveis pela produção desse conteúdo e possuem diversos outros materiais interessantes sobre esses assuntos.


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here