Nos últimos meses, com os diversos acontecimentos políticos e sociais que estão reconfigurando o Brasil, o papel no ramo do Direito, o papel do advogado penal, torna-se cada vez mais importante.

Diversos setores da sociedade, já perceberam a importância dos criminalistas nos grandes escritórios que atendem contas com crimes econômicos associados ao governo e, esse profissional que até então não era tão reconhecido, ganha um papel central para desenrolar esses problemas jurídicos de portes gigantescos.

É imprescindível que alunos e recém-formados em Direito percebam essa nova possibilidade de atuação que hoje, inclusive, tem gerado muita verba.

Entrevistamos Davi Tangerino, Prof. Dr. da FGV e Criminalista do Trench Rossi e Watanabe e responsável pelo Canal Davi Tangerino – Direito Penal, que nos falou a respeito do tema e da carreira no Direito, cada vez mais procurada por jovens em todo o Brasil.

Qual a sua formação? E qual o motivo da escolha pelo direito penal?

Davi Tangerino: Sou Bacharel, mestre e doutor em Direito penal pela USP, com estágio doutoral e pós-doutorais na Alemanha (Berlim e Freiburg). Sou um apaixonado pela liberdade. Em todos os sentidos.

Como o senhor analisa o mercado do Direito Penal brasileiro nesse momento histórico?

Davi Tangerino: Está bem aquecido para quem advoga na área empresarial. As operações têm exposto um novo público ao Direito penal.

Os escritórios de advocacia conseguem absorver os criminalistas que se formam?

Davi Tangerino: Estão começando. A formação das boutiques é um tanto diferente daquilo que os full services precisam. Ainda há deficit nesse mercado.

Quais as características de um bom advogado penal? E a formação?

Davi Tangerino: Precisa acreditar no direito de defesa, acima de tudo. Formação é fundamental; acompanhar os debates os tribunais, entender o que a doutrina vem produzindo. É preciso, também, experimentar de tudo: dear atender clientes na delegacia, até trabalhos mais refinados (sustentações etc). O bom criminalista tem que ter atuação 360 graus, ainda que cada um seja melhor em determinadas tarefas. Isso  é natural.

Muitos alunos são incentivados a fazer direito por causa do tão desejado alto salário. O que o senhor acha disso?

Davi Tangerino: Não é um bom motivador. O salário médio de advogado é baixo; os que se destacam ganham bem. Mas não é assim em boa parte das profissões?   A prática do Direito pode ser frustrante. Só recomendo aos que realmente gostam da prática.

Para quem está em busca de oportunidades na área do Direito, o Wall Jobs está com processo seletivo em aberto. Para saber mais e se candidatar à vaga, CLIQUE AQUI.

Colaboração, Denise Tangerino, assessora de imprensa.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here